terça-feira, 25 de abril de 2017

A Dieta do Corredor - Alimentando-se para o Dia da Corrida

Dieta do corredor pré-corrida
Como um corredor você não pode evitar a queima de muitas calorias e impedir um possível déficit de energia, especialmente quando você estiver correndo por longos períodos.

Quando você corre o seu corpo usa a glicose para fornecer a energia e combustível para sua corrida.

Quando você se exercita  de forma intensificada ou prolonga, mais hidratos de carbono são usados para gerar energia.

No entanto, o corpo tem limitado a oferta de carboidratos, e chega um ponto em que suas gorduras armazenadas são utilizadas.

E isto é uma coisa boa, certo?

Infelizmente, a decomposição de gordura é metabolicamente menos eficiente comparada com a de carboidratos. Metabolizar a gordura é muito mais lento e precisa de mais oxigênio para ocorrer. 

Todo este processo acontece quando você realmente bate no "muro". Quando você quebra isto afeta drasticamente o seu desempenho para o resto da corrida. 

Felizmente, há uma estratégia de boa nutrição para evitar isto e manter você correndo bem.

O foco de comer deve ser sobre o conteúdo de carboidratos da dieta. Fazer uma combinação e comer alimentos nutritivos não só para melhorar o seu desempenho, mas também para manter seu corpo saudável. 

Ir para dentro do supermercado não vai ser fácil dada a variedade de escolhas. Basta ter em mente que seu corpo precisa e o que ele aguenta.

Se você acredita que as escolhas alimentares não funcionaram para você, depois de uma corrida de avaliação, tente outra opção.

A chave aqui é se familiarizar com sua escolha de alimentos e ajudando que seu corpo adaptar-se em fazer a digestão, seja antes ou durante a corrida.



O plano de refeição no dia da corrida: 


Hidratos de carbono elevados, baixo teor de gordura, moderada porção de proteínas. No dia anterior a prova você não deve comer muito, pois isto pode não fazer bem para o seu sistema digestivo e prejudicar o dia da corrida. 

Em vez disso coma em pequenas porções, mas comer tão frequentemente como você pode ao longo do dia.

 O senso comum lhe dirá para evitar o álcool, desde que você não quer ficar de ressaca no dia da corrida e também evitar a formação de gás alimentos como feijão e couve-flor, então não vai sentir seu estômago inchado no dia seguinte.

Você deve também se certificar que você está hidratado durante todo o dia.

Duas a quatro horas antes da corrida, coma uma dieta de carboidratos de alta absorção. Se você estiver nervoso demais para comer, experimente o iogurte, shake ou smoothie. A coisa aqui é que você precisa de carboidratos e duas a quatro horas são muito tempo para o seu estômago para digeri-lo.

Você também deve evitar alimentos fritos. Isto levará mais tempo para seu estômago para digerir, bem como ele pode fazer seu estômago chateado. Para saber mais sobre isto recomendo a leitura do livro emagrecer de vez

Também é aconselhável verificar o tempo e saber que roupa deveria usar e planejar que tipo de comida você estará levando.

Alimentos e Bebidas para Repor sua Energias durante a Corrida


Pode trazer o desporto bebida tais como bebidas isotônicas, intercaladas com água. Não só é rapidamente absorvida pelo seu corpo, mas ele também substitui eletrólitos perdidos através do suor. 

Você também pode trazer géis, doces e barras energéticas. Lembre-se de comê-los acada 40 a 45 minutos na estrada para evitar deficiência de energia.

Realizando as sugestões acima mencionadas é uma ótima maneira de garantir um desempenho adequado durante a corrida e evitar possíveis contra tempos


segunda-feira, 24 de abril de 2017

10 Alimentos Gordurosos que Devem ser Evitados por Atletas

Confira a lista dos 10 alimentos que devemos evitar para ter um melhor desempenho esportivo



Alimentos gordurosos consumidos sem moderação, muitas vezes podem acarretar vários prejuízos a saúde. 

Como a alta taxa de glicose no sangue e muitas outras doenças, evitar estes tipos de alimentos é preservar a saúde.

Sem falar que para os atletas a má alimentação influencia negativamente no desempenho esportivo.


Gordura Trans


Pra quem quer uma longevidade maior e quer ter uma vida saudável deve evitar estes tipos de refeições:


Queijo


Esqueça aqueles mais amarelados, inclua a cottage na sua alimentação.



Carne vermelha


Prefira peixe e frango sem pele. Caso não tenha esta opção, fique com as versões que possuem menor quantidade de gordura, como o filé mignon.



Leite


Consuma apenas o desnatado, deixe fora de sua alimentação os integrais.



Óleos


Ao preparar uma receita simples que não fica muito tempo no fogo, prefira o azeite. Isso também vale para os pratos feitos até 180 ºC. No caso de receitas em altas temperaturas, use o óleo de canola.



Sorvete


Grande delícia, mas pode se tornar uma grande vilã de sua saúde. 


Consuma sorvete em dias que você teve uma alimentação leve, repleta de verdes, dia em que sua cota de gordura ainda permitir. 

Do contrário, a sobremesa deverá ser mesmo gelatina.


Bolos, biscoitos e pães


Os ingredientes necessários na produção destes alimentos costumam conter muitas gorduras saturadas. 


A melhor opção para evitar isso é incluir um deles em apenas uma das suas refeições, como no café da manhã, sempre a melhor escolha.


Manteiga e margarina


A briga entre a manteiga e a margarina parece estar longe de chegar ao fim. 


De qualquer maneira, já está comprovado que nenhuma das duas trazem benefícios à saúde. 

Então, evite ao máximo o consumo das duas.


Gordura hidrogenada e banha


Alimentos fritos costumam trazer este tipo de gordura, como é o caso da famosa batata frita. 


Refeições que precisam de óleo, prefira o azeite ou o óleo de canola mesmo.


Molhos


Em vez de um prato de salada regado com molho à base maionese, que contêm grande quantidade de gordura, prefira tempero que levam creme de leite ou iogurte.



Pele de frango


Petiscos, tipo frango a passarinho, são irresistíveis mesmo, mas pra quem quer ser saudável deve cortar qualquer prato que a ave seja preparada com a pele.


Saiba mais sobre alimentação ouvindo o PodCast TriboForte com dicas de especialistas em nutrição.

Por hoje era isto! 

Espero que este artigo lhe ajude a ter uma alimentação mais saudável. 

Abraço e a corrida continua....

quinta-feira, 2 de março de 2017

A Melhor Forma de Emagrecer Naturalmente - A Única que Funcionou para Mim


Dizem por aí que para tudo há jeito.

Então existe uma forma de emagrecer naturalmente que seja melhor que as dietas da moda?


Afirmo aqui que existe sim uma forma de emagrecer naturalmente que é eficiente. 


Só que esta forma você não a encontrará nas bancas de jornal, naquelas dietas milagrosas de revistas semanais, porque são vários fatores que contribuem para que o processo de emagrecimento natural ocorra de forma saudável e seja definitivo.

Veja alguns destes fatores:

Fatores que contribuem para o processo de emagrecimento


As dietas da moda causam furor durante todo o ano, vemos aquelas fotos nas capas de revistas, cheias de promessas que nunca se cumprem.

Aqui neste blog de saúde e boa forma eu coloco o que me auxiliou na forma de emagrecer 22 kg em 5 meses, todos os fatores que enriqueceram meu processo.

Veremos a seguir algumas dicas que podem contribuir para a forma de emagrecer.
  1. Durma mais cedo e bem – trabalhar até tarde e o cansaço estimulam a produção de grelina  (hormônio produzido no cérebro que nos avisa quando estamos com fome). Dormir bem é fundamental para o emagrecimento
  2. Menos açúcar, mais proteína – a proteína aumenta a saciedade, fazendo você sentir menos fome. Experimente tomar leite com canela quando tiver vontade de comer um doce, a canela diminui a fissura por doces.
  3. Vitamina C contra o estresse – quando estamos estressados, os níveis de cortisol (hormônio que controla nosso sistema emocional) se alteram e a vitamina C auxilia no seu equilíbrio.
  4. Coma gordura – há alguns tipos de gordura que facilitam o processo de emagrecimento é o Omega 3, que encontramos em amêndoas, castanhas, nozes, salmão, abacate.
  5. Respire devagar – quando estamos tensos, tendemos a aumentar o ritmo da respiração piorando a ansiedade. A respiração mais lenta pelo nariz e com relaxamento do abdômen promove maior queima de gordura, pois aumenta sua capacidade respiratória.

Completando o processo de emagrecimento do seu corpo


Além das dicas deste post, preciso te falar de um fator extra que foi essencial para melhorar a minha forma de emagrecer e torná-la definitiva: o programa de emagrecimento Causas Reais do Ganho de Peso.

Este programa é curso curso gratuito de uma série de 3 videos que em apenas uma semana transformou a minha mente e tudo que eu pensava que sabia sobre como emagrecer de verdade.

Este programa mandou embora toda a descrença e desânimo que eu havia acumulado em tantos anos de dietas rápidas que só me trouxeram desgosto.

Este programa das Causas Reais do Ganho de Peso é a forma de emagrecer ideal para quem quer uma solução definitiva para perder peso.

Eu criei este blog para ajudar as pessoas que passam pelo que eu passei, sofrerem menos que eu.

Por isso, compartilhe suas experiências comigo.

Como vai sua forma de emagrecer? Quais resultados você vem conseguindo?

Para finalizar gostaria de dizer que estou utilizando tudo que aprendi neste programa  para manter o meu peso ideal e não passar pelo frustante efeito sanfona.

Espero que você também consiga chegar ao seu peso ideal, a boa forma sonhada e principalmente ter a saúde que você merece.

Abraço e adeus peso extra.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Dicas para Amarrar seu Tênis com Eficiência

Você ta lá focado e em um bom ritmo e de repente, bummm

Seu tênis desamarra! :(

Não existe nada pior do que ter que parar no meio do treino ou pior de uma prova para amarrar o tênis.

Pensando nisto compartilho com você um vídeo de uma técnica de amarração para você fazer em todos os seus tênis de corrida.

Vídeo como arrumar o tênis de corrida e evitar que ele desamarre 


^

E aí amigo, gostou do vídeo?

Legal né!

Agora você já pode ir para o treino e começar a correr com segurança de que os cadarços não vão interromper ele.

Até + e #partiucorrer

sábado, 21 de janeiro de 2017

3 Exercícios para Emagrecer Rápido, Perder Barriga e Entrar em Forma

E aí, preparado para os 3 Exercícios Físicos para Perder uns Quilinhos e Emagrecer Rápido? 

exercicios para Emagrecer e perder peso urgente


Tudo bem com você? Disponível pra suar a camisa para emagrecer rapidamente? 

Pois bem, neste post eu irei indicar tês dos meus exercícios físicos favoritos para perder peso que farão toda a diferença para você.

Eu admiro gente motivada que está precisando mudar por motivo de saúde e não vê quando é a hora de iniciar, porque esta gente lembra o momento que eu estava insatisfeito com o meu peso e inverti a situação.

Estou confiante que lendo as dicas desse blog e ao ler hoje esse artigo de 3 Exercícios para Perder peso Urgente você conseguirá bons resultados.

Meus 3 Exercícios Físicos Preferidos para Perder peso Urgente


Pois bem, nas próximas linhas você vai aprender acerca do Interval Training (“treino de intervalo” em inglês ), que é um tipo de de treinamento capaz de agregar esses 3 exercícios para emagrecer rapidamente: corrida, bicicleta e subida de escada.

Não se fique preocupado, pode ser muito agradável, e você verá quão bem pode te proporcionar!

O o treino de intervalo consiste em atividades de grande intensidade realizados em grupos intervalares

E por isso que eu destaquei esses três exercícios, que são os que eu faço, pois eles possibilitam um intervalo de grande intensidade sucedido de um período de tempo de pequena intensidade para recuperação e descanso.

dicas emagrecer de vez rapidamente


Cronograma de Como executar os Exercícios Emagrecedores Intervalados


Eleja o exercício da sua preferência e pratique ele iniciando com um período de aquecimento de 5 min. Se você não tenha uma boa condição física, pode começar com 3 séries de grande intensidade de 45 seg.

Cada período de tempo de grande intensidade é seguido por uma série de baixa ou razoável intensidade, que deverá ser realizado até que você recupere o fôlego, dentro de aproximadamente de 45 segundos até 120s.

No final, após todos os períodos feitos, guarde um tempo para o desaquecimento, ou uma caminhada mais calma (5 min.), para retornar ao “normal”.

Caso você tem uma condição física mais preparada, você poderá aumentar os períodos de pequena e alta intensidade. Enfim, cada corpo é um corpo.

E não se esqueça de cuidar o seu coração e ouvir as indicações do seu médico.




Conquanto tenha sido proposto nos anos 30 pelo especialista alemão Woldemar Gerschller, o Treino de Intervalo voltou ha pouco tempo à moda, e vem ganhando uma diversidade adeptos, quer sejam amadores como eu e você, ou até mesmo profissionais que lidam todo dia com o corpo.

Por hore erá isto. Agora é botar em prática e colher os resultados.




sábado, 7 de janeiro de 2017

Ideias de Receitas de Saladas Saudaveis para Perder Peso

Atualmente, cresce o número de pessoas que se preocupa com a sua saúde e o seu bem-estar, por isso elas recorrem às academias de ginástica para se exercitarem.

No entanto, além de fazerem exercícios, elas também cuidam da alimentação, pois sabem que comer bem ajuda a manter o organismo saudável.

Entre os pratos que mais representam o binômio saúde-alimentação estão os de saladas.





Muita gente, apesar de saber que as saladas são um excelente alimento, torce o nariz e não quer nem ouvir falar em comê-las.

O que essas pessoas não devem saber é que existem várias receitas de saladas, e não somente a tradicional que leva tomate e alface.

Elas, inclusive, podem ser servidas como uma refeição ao invés de serem oferecidas como entrada antes do prato principal.

Normalmente, as pessoas gostam mais de comer salada nos dias mais quentes, por ser um alimento mais leve, no entanto, ela pode ser saboreada todos os dias do ano, independentemente da estação.
Basta escolher entre as inúmeras opções de saladas existentes.

Algumas Ideias de Saladas que deixão sua refeição saudável e combinam com diversos pratos


Bom, agora que você sabe que existem mais tipos de saladas do que imaginava, vamos dar algumas dicas que podem fazer com que você passe a olhar estes pratos com mais atenção.

Afinal de contas, há receitas de saladas para todos os gostos, por isso, provavelmente, você irá encontrar algumas que satisfaçam ao seu paladar.

receitas saudaveis para ajudar a emagrecer


Se você vai almoçar em casa, pode optar por preparar saladas que levem feijão fradinho, lulas, macarrão parafuso com creme de leite, bacalhau com pimentões, lentilha, mexilhão, camarão com ervilha e salmão ou frango defumado, entre outras.

Altamente nutritivas e saborosas, essas saladas fazem com que você fique saciado(a) por um bom tempo.

O legal destas receitas é que elas combinam com diversos alimentos para pratos principais, como carnes brancas, frutos do mar e entre outros.

Já quem já está de dieta pode escolher saladas mais light e que levam, por exemplo, pepino, cenoura e hortelã, legumes variados, alcachofra e agrião, abobrinha, tomate e cebola, rúcula, entre outras.

Não se pode esquecer das deliciosas saladas de frutas


Você pode misturar quantas frutas quiser, inclusive, as frutas da estação. No caso da salada de fruta, não há horário para comê-la.

Ela pode ser servida no café da manhã, como sobremesa após o almoço, pode ser saboreada nos intervalos das refeições, e até mesmo no jantar, em substituição a refeição que se costuma fazer à noite.




Dependendo da salada que será preparada, ela não irá precisar de muitos ingredientes, por isso, normalmente, as receitas de saladas não são difíceis de serem feitas.

Você pode até levar para o seu trabalho, no caso de não ter tempo de ir almoçar em um restaurante.

Por isso, até mesmo quem não gosta de cozinha pode seguir o passo a passo das receitas e preparar pratos saborosos e saudáveis.

E então, o que achou? Bom, né?

Bom apetite e até o próximo artigo.


sábado, 3 de dezembro de 2016

Como Fazer a Combinação de Alimentos Saudáveis para Emagrecer mas rápido

Olá tudo bem,

hoje falarei sobre como você deve fazer a combinação de alimentos para emagrecer de forma mais rápida e saudável. 


Apesar de não ter sido boa aluna em química e biologia, admiro muito o estudo dos alimentos, de suas propriedades e suas indicações. 

combinação de alimentos saudáveis emagrece


Acho que conhecer o que cada alimento tem ajuda muito na criação de novas receitas saudáveis – coisa que gosto muito! 

Já reparou o quanto de química está envolvido no preparo de um pão, por exemplo? 

Tem que misturar o fermento com açúcar, esperar a reação que os transforma em líquido, e por aí vai.

Porém voltando ao tema, ou recentemente no podcast TriboForte e achei muito bacana como que a combinação de dois alimentos pode nos trazer muito mais benefícios do que se os ingerirmos sozinhos. 



Combinando e Preparando os Alimentos das Cores Certas


O primeiro exemplo é o do brócolis com mostarda (sim, aquela que nós, cariocas, colocamos em cima da pizza). 

O primo verdinho da couve-flor, quando cru, tem uma alta concentração de sulforafano, substância com propriedades antioxidantes e que é eficiente no tratamento de câncer. 


Acontece que ninguém come brócolis cru e ao ser cozido ele perde uma enzina chamada mirosinase (ou tioglucosidase, ou ainda sinigrinase ou sinigrase). 

Em uma explicação bem simplista, esta enzina é que faz com que nosso organismo absorva o tal do sulforafano. 

Ou seja: 
  • cozinhou o brócolis cheio de sulforafano >matou a pobrezinha da mirosinase > sulforafano não absorvido pelo organismo.


Para reverter a situação, basta comer junto algum outro alimento picante ou amargo, como molho de mostarda ou rúcula. 

Ambos possuem a enzima mirosinase, fazendo então um par perfeito com o brócolis.

Outros exemplos de alimentos que, combinados, têm suas propriedades potencializadas: grãos integrais e cebola; feijões com folhas verdes (ou outros produtos ricos em vitamina C); e tomates com azeite de oliva.

E aí gostou do artigo? 

Compartilhe sua opinião logo abaixo.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Como correr 5km em 20 minutos




Correr cada vez mais rápido, o sonho de todo corredor!

Lembro que quando comecei a correr fazer sub 4 min de pace e correr uma prova de 5km em 20 minutos ou menos era tão distante como é hoje ser um corredor de elite.

Porém os treinos foram evoluindo e  um dia num treino intervalado corri um dos tiros de 1 km para 3:57.

Lembro que fui para casa pensado se conseguiria manter este ritmo por mais 4 km e conseguir o feito de correr 5km em 20 minutos.

Dois dias depois resolvi fazer um teste e simular uma corrida de 5km, para minha surpresa corri da 21:03 o que da uma média de 04:12 por km.

Aí pensei: po acho que é possível traçar este objetivo e coloquei na minha mente que iria correr os 5km em vinte minutos dentro do intervalo de um ano.

Como consegui correr 5km em 20 minutos

Bom, como você deve saber quanto mais evoluímos o nosso condicionamento mais difícil vai ficando baixar os tempos e quando conseguimos isto são apenas alguns segundos. No meu caso era preciso baixar o temo em mais de um minuto.

Pensando nisto resolvi fazer uma avaliação dos meus treinos e decidi mudar a minha planilha incluindo mais um treino de velocidade na semana. Comecei a treinar e dois meses depois iria correr uma prova de 5km e ver quais foram os resultados.

Corri os 5km para 21:13, ou seja 10 segundos a mais do que o treino que tinha feito. Lembro que fiquei indignado e fiquei um bom tempo pensando no que fiz errado.

Foi neste momento que comecei a analisar outros aspectos que poderiam estar influenciando o meu desempenho, daí lembrei que muitas vezes ficava casado e não conseguia fazer todos os tiros no tempo determinado.

  • Mas seu eu corresse mais lento nos treino como iria baixar os meus tempos?

Conversando com outros corredores durante um treino de rodagem um deles me deu a resposta.

Este amigo tinha tido uma boa evolução no último ano e perguntei o que ele havia mudado nos treinos e para a minha surpresa ele disse que nos treinos em si as mudanças foram poucas, o que estava realmente impactando era a sua mudança na alimentação.

Coma bem, emagreça com saúde e corra melhor

Depois desta conversa fiquei pensado será que é por isto que eu não estou indo bem nos treinos?
Como nesta época eu corria no final da tarde, depois que chegava do trabalho, e não comia nada antes de ir correr para não pesar o estomago.

Resolvi então começar a comer durante a tarde nos dias de treino intervalado.

E para a minha surpresa (mais uma), comecei a completar os treinos bem mais fácil e as vezes até com forças para dar um tiro extra, porém isto não ocorria sempre e tinha dias que parecia ser pior comer.

Lembro que comecei a pesquisar e ler alguns artigos na internet sobre alimentação e fui descobrindo formas de melhorar a minha dieta com alimentos mais nutritivos e que me descem mais energia para correr.

As melhores dicas que encontrei foram nas de um blog de emagrecimento saudável, o emagrecerdevez.com, e aos poucos fui substituindo os alimentos pobres em nutrientes por outros mais saudáveis e logo comecei a literalmente sentir os resultados.

Cada vez os treinos de tiro de 400m na pista ficavam mais fáceis e os tempos começaram a cair.

como melhorar a corrida
Um dia resolvi fazer um teste e corri 1km para 03:52. Me empolguei e na semana seguinte resolvi viajar mais de 300km só para correr uma prova de 5km.

Lembro que no dia da corrida estava tão ansioso como as pessoas que iriam participar de uma corrida pela primeira vez.

Na largada saí que nem loco e tentei ao máximo não deixar o ritmo cair, lembro que cursei a linha de chega “morrendo” e  estava tão mal que depois que travei o relógio demorei um pouco para conseguir ver o tempo.

Consegui correr os 5km em 20:33,  na hora fiquei meio decepcionado e depois pensei, pô  baixei o tempo da última prova em 40 segundos, foi muito bom.

Neste momento percebi que correr é muito mais do que treinar forte, vários são os fatores que podem influenciar o seu desempenho.

Deste dia em diante continuei treinando forte e cuidando da minha alimentação. O resultado disto foi que aos poucos fui perdendo peso, foram 4kg a menos em pouco mais de 3 meses. 

E senti na pele o que um peso menor pode fazer pelo nosso desempenho, pois certamente estar mais leve contribuiu para a melhora do meu desempenho.

O tão esperado dia da vitória

Neste meio tempo corri mais 2 provas e fiz 2 simulações de 5km. Os tempos se mantiveram próximos aos 20:30.

Até que na última prova do ano de 5km, em um dia daqueles dias perfeitos para correr, temperatura na casa dos 20 graus, nublado e você se sentindo super bem.

Finalmente bati a barreira dos sub 20 e corri os 5km para 19:54 chegando forte e bem mais inteiro que nas corridas anteriores.

Lembro que a prova não tinha marcação de km e eu estava com o relógio sem GPS, porém notei que estava num tempo bom quando no km 4 ultrapassei um cara que sempre chegava na minha frente e ele até me passou no final, porém chegamos juntos.

Neste dia a colocação foi a que menos importou, pois agora eu poderia dizer que era um corredor que corria na casa dos 3 minutos por km.

Mantendo o pace de sub 4 minutos

Depois disto fiquei um mês treinando forte e corri uma prova de 6km para 04:04 de média e outra de 7,5 para 04:05, neste momento percebi que tinha achado a fórmula para continuar correndo bem e que logo ira conseguir correr de forma consiste abaixo de 4km estas provas mais curtas.

Coma bem e corra mais rápido os 5kmHoje meu melhor tempo nos 5km é  19:32 e  já consegui correr um 10km para 40:41 (04:04 por km). E fazer sub 4 nos 10km é meu próximo objetivo.

A lição que eu tirei disto é que depois que chegamos perto de um limite para evoluir e correr melhor é preciso cuidar cada vez mais dos detalhes e não apenas treinar mais forte.


Por hoje era isto, obrigado e nos vemos por aí.



quarta-feira, 19 de outubro de 2016

A Corrida Para Iniciantes: Como Correr Mais Rápido, Cansar Menos e Superar as Dificuldades



A corrida de rua é um exercício físico que, apesar de representar uma aceleração de um dos movimentos mais básicos do ser humano (a caminhada), traz dificuldades dos mais diferentes âmbitos a seus iniciantes.

Podemos dividi-las em alguns grupos: dificuldades de condicionamento, dificuldades motoras, dificuldades em evoluir e limitações devido a lesões.


Como Melhorar Condicionamento na Corrida

As dificuldades de condicionamento são aquelas que impedem o praticante de realizar o que o mesmo se dispôs.

como correr mais fácilPor exemplo, ao tentar correr por 30 minutos ininterruptamente, as 15 minutos ele tem que caminhar.

Isso se deve à falta de conhecimento do praticante sobre como realizar o início do treinamento físico. Muitas vezes a limitação é muscular, devido ao ritmo acelerado de início ou ao tempo elevado inadequado.

Porém, essa dificuldade pode ser facilmente minimizada ao procurar uma orientação em atividade física especializada.

Através do seu conhecimento, o profissional saberá dosar precisamente o quanto de volume e intensidade o praticante pode realizar por sessão de treinamento.

As dificuldades motoras são diretamente relacionadas ao histórico esportivo e capacidade motora do praticante. Indivíduos que possuem um controle motor aperfeiçoado por anos de prática de atividades físicas orientadas, principalmente, saberão realizar os movimentos corretos para a melhor técnica de corrida, aquela que produz um menor gasto energético e que traz mais prazer ao praticante.

Obviamente pessoas com alguma limitação motora terão que adaptar suas capacidades com as exigências do esporte; portanto, não conseguir realizar o movimento perfeitamente também não é motivo para não iniciar a prática de corrida de rua.

Para todos os casos, o mais adequado é a procura de profissionais de educação física especializados em corrida de rua.

As dificuldades em evoluir na corrida são semelhantes às dificuldades de condicionamento


Isso porque depois de realmente começar a correr, o praticante adota uma rotina nos treinos, o que gera ao organismo um equilíbrio em relação ao esforço da atividade, diminuindo cada vez mais a adaptação à corrida e a sua conseqüente evolução física.

corrida para iniciantes
Por exemplo, pessoas que correm todos os dias 40 minutos na mesma velocidade dificilmente conseguirão diminuir seu tempo numa corrida de 5 quilômetros.

As limitações devido a lesões são relacionadas ao esforço demasiado tanto na fase inicial de treinamento quanto numa tentativa inadequada de evolução de condicionamento físico.

São momentos em que o praticante atribui uma sobrecarga elevada ao seu corpo sem o mesmo estar preparado.

A orientação de profissionais da saúde é a melhor maneira de evitar esse tipo de limitação e possibilitar a evolução constante e saudável dos treinos de corrida de rua.